Pages

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Líder de quadrilha de assaltantes é morto em confronto no Maranhão

Acompanhe o Blog no Twitter ™ Facebook e WhatsApp 999 88495260

Operação visava prender bando que agia no bairro Jaracati, em São Luís.
Jefferson André Silva, o Pai, teria ligação com homicídios, assalto e tráfico


Dois homens morreram no começo da tarde desta segunda-feira (09) durante operação realizada pela Polícia Civil e Companhia de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar, no bairro Jaracati, em São Luís (MA). De acordo com a polícia, um deles seria líder de um grupo de assaltantes; os dois acabaram mortos durante troca de tiros.

Segundo o delegado Almir Macedo, titular do 9º Distrito da Polícia Civil, no São Francisco, a operação foi realizada com o intuito de desarticular o grupo responsável por roubar veículos, ônibus e tráfico de drogas na região do Jaracati.

O delegado afirma que uma das vítimas foi identificada como Jefferson André Silva Marques, o ‘Pai’, que seria o líder de um grupo de assaltantes, que atua no bairro e nas imediações. Ele seria um dos assaltantes que aparecem nas imagens de uma câmera de segurança roubando motoristas no começo de outubro.
“Ele é suspeito de ter matado uma pessoa e ‘desovado’ o corpo na área do mangue no Jaracati. Além disso, invadiu a casa e atirou cinco vezes contra uma senhora, porque esta seria namorada de um desafeto. Hoje viemos em parceria com a PM, fizemos o cerco e ele e parceiro Divineia (William Maicon Diniz Aragão) acabaram morrendo no confronto”, afirmou.

Os dois suspeitos foram localizados na praça do Viva do Jaracati e ao perceberem a aproximação dos policiais teriam fugido em direção ao mangue, próximo das palafitas. Lá, teria havido o confronto e a morte dos dois homens.

“Eles correram para o mangue, mas já sabíamos a rota deles, Os cercamos por dentro do mangue, eles saíram de frente com os policiais e acabaram morrendo no confronto”, finalizou Almir Macedo.

Em dois meses, 12 pessoas morreram em confronto com a polícia na região metropolitana de São Luís. O  G1 solicitou, por email, o saldo total de mortes em ações policiais registradas pela Secretaria de Segurança Pública em 2015, mas até a publicação desta matéria não houve resposta.

0 comentários: