Pages

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Na trigésima segunda rodada, líder Corinthians avança em direção ao título

Acompanhe o Blog no Twitter ™ Facebook e WhatsApp 999 88495260
Faltando apenas seis rodadas para o final do campeonato, tudo indica que não há mesmo adversário para tirar o sexto título nacional do Curingão. Em mais um tarde de Arena lotada, o Timão fez mais uma vítima em seus domínios. Dessa vez foi o rubro-negro carioca, que mesmo não tendo jogado mal, não resistiu à força e à organização tática do líder. O placar foi magrinho, 1 x 0, mas o suficiente para manter o Corinthians na liderança da tabela e confirmar a eficiente regularidade da equipe do técnico Tite ao longo de toda a competição. Wagner Love foi o autor do gol solitário, assinalado aos 47 minutos do primeiro tempo. Com a vitória, o alvinegro paulista alcançou os 70 pontos e segue firme em direção a mais um título nacional.
No estádio Independência, na capital mineira, o concorrente mais direto do Timão à conquista da taça, o Atlético Mineiro, suou a camisa para ganhar da ascendente Ponte Preta pelo placar de 2 a 1. Os gols foram assinalados no segundo tempo, tendo os anfitriões aberto 2 a 0. A Macaca descontou, mas não conseguiu buscar o empate. D'atolo e Luan, que voltaram ao time depois de estarem de fora na derrota para o Sport, fizeram a diferença e mostraram a força de sempre do Galo Mineiro jogando em casa, sempre empurrado pela sua numerosa e fiel torcida. o alvinegro mineiro chegou aos 62 pontos, confirmando a segunda colocação, sem ameaças de perder o posto, pois o terceiro colocado, o Grêmio, apenas empatou com o Vasco da Gama, sem abertura do placar.
No sábado, quem mais uma vez desapontou sua torcida foi o sempre irregular e instável Fluminense, que recebeu o Atlético-PR no Maracanã e foi derrotado pelos paranaenses pelo marcador de 1 a 0. O tricolor carioca poderia ter definido a partida a seu favor ainda no primeiro tempo, mas não soube converter em gol as inúmeras oportunidades criadas pelo seu ataque. O goleiro Weverton estava em noite inspirada e garantiu o zero no placar para os paranaenses, no primeiro tempo, com excelentes defesas. O único tento da partida foi assinalado pelo ex-tricolor Walter, no segundo tempo, que aproveitou uma das muitas falhas de marcação da defesa carioca e num lançamento à área cabeceou certeiro contra a meta de Diego Cavalieri. Com a derrota, o Flu volta a ser incomodado com o fantasma do rebaixamento, pois despencou para a décima terceira posição e agora precisa lutar muito para não cair para a segundona.
Quem teve muito boa atuação, praticando um futebol vistoso e se recuperando da atuação apagada do meio de semana - quando foi derrotado em casa pelo Santos no primeiro confronto das semifinais da Copa do Brasil - foi tricolor paulista. O São Paulo foi até a capital paranaense enfrentar o Coritiba e voltou com uma importante vitória na bagagem, em mais uma ótima atuação de Alexandre Pato, autor do golaço que deu a vitória ao time do Morumbi. Os comandados de Doriva voltaram a ter uma atuação segura e com a vitória mantiveram a quinta posição com o mesmo número de pontos do Santos, perdendo apenas no critério do saldo de gols.
Bonito também fez o Sport Recife, no sábado. Jogando na casa do adversário, o Leão do Norte não tomou conhecimento do Palmeiras e emplacou 2 a 0, em mais uma boa atuação do time nordestino, sob o comando de Falcão. Marlone e André (de pênalti) construíram o placar, levando o Sport a ocupar agora a sétima posição, com 49 pontos. O rubro-negro recifense não desistiu do objetivo de entrar no G4 e segue firme sua trajetória em busca de uma vaga direta na Libertadores.
Quem parece ter se afastado em definitivo da ameaça do Z4 é o Cruzeiro, que faz uma campanha de recuperação. Os azuis foram até o Serra Dourada e afundaram de vez o Goiás no desespero. Venceram a partida pelo placar mínimo e subiram para a zona intermediária da tabela, alcançando os 44 pontos e a décima primeira posição. Já os esmeraldinos, com mais uma derrota, despencaram para a décima oitava posição e parece dar sinais de que não permanecerão na divisão de elite em 2016.
Três jogos terminaram empatados sem abertura do placar. Vasco e Grêmio, Chapecoense e Avaí e Figueirense e Santos. Desses, a situação mais complicada é mesmo a do time de São Januário, pois permanece na última colocação, com 30 pontos. A sorte, no entanto, esteve ao lado dos cruzmaltinos, pois seus concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento (Goiás, Joinvile e Coritiba), foram derrotados e não pontuaram na rodada.
Não haverá rodada do campeonato nesse meio de semana, pois estarão acontecendo os jogos de volta das semifinais da Copa do Brasil.

0 comentários: