Pages

sábado, 27 de junho de 2015

DE BICO SECO: começa a crescer lista de deputados que poderão fazer parte da oposição

A lei agora é essa: atacou o Governo Flávio Dino, fica sem emenda parlamentar.

Foi o que aconteceu com os deputados sarneyzistas: Edilázio Júnior (PV), Adriano Sarney (PV), Sousa Neto (PTN) e Andrea Murad (PMDB) de tanto baterem de frente com o governo dinista.

Cada um receberia aproximadamente R$ 4 milhões pelas emendas. O corte já começa pelos valores que seriam repassados aos parlamentares pelos festejos juninos realizados nas bases eleitorais.

Mesmo não sendo opositores, os deputados Wellington do Curso (PPS), Cabo Campos (PP), Júnior Verde (PRB) e Zé Inácio (PT),  também deverão ficar a ver navios em breve e terão emendas cortadas.

Tudo por que, mesmo sendo da base, os quatro deputados vem atuando de forma não muito governista, chegando até a atacar diretamente o governo com fortes críticas na tribuna da Assembléia.

Já existem outros deputados que logo logo entrarão no grupo dos excluídos, desta vez para formar um blocão de oposição. Aí com certeza o governo vai sentir.

O que circula nos corredores da Assembleia é um princípio de movimento entre os deputados que poderá causar um estrago muito grande ao Governo.

A chiadeira é grande, principalmente causada pelas fortes pressões que os nobres parlamentares estão tendo por parte de seus prefeitos aliados.

O discurso é um só. Está tudo parado. Hospitais de vinte leitos, estradas paradas, escolas sem estruturas e mais o sistema de segurança que permanece sem controle.

Será necessário que os LEÕES comecem a se mexer e passar a darem maior atenção para as bandas do RANGEDOR sob o risco da coisa ficar totalmente sem controle.

SIMPLES ASSIM.

Deu no blog do Minard

0 comentários: