Pages

quinta-feira, 28 de maio de 2015

ROBERTO COSTA E OPRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA ACERTAM RETOMADA DE OBRAS DE HOSPITAL E ATENDIMENTO A PACIENTES RENAIS

O presidente da Assembleia Legislativa, Humberto Coutinho (PDT), e o deputado Roberto Costa (PMDB) estiveram com a secretária ajunta de Saúde do Estado, Rosângela Curado, nesta quarta-feira (27), buscando resolver dois dos principais problemas enfrentados pela população de Bacabal na área de saúde.
Roberto Costa agradeceu ao presidente Humberto Coutinho por haver intermediado o encontro com a subsecretária e elogiou Rosângela Curado por haver dado garantias de que os problemas serão resolvidos o mais rápido possível. O primeiro será a retomada das obras de construção do hospital regional Laura Vasconcelos e o segundo, a ampliação do número de atendimento a pacientes renais.

No caso do hospital regional, Roberto Costa disse que a subsecretária informou que o governador Flávio Dino (PCdoB) determinou que o problema seja resolvido logo, com a liquidação de uma dívida com a empreiteira e que a unidade subirá de 46 para 50 leitos, para garantir que seja cadastrado no Ministério da Saúde.

O deputado do PMDB informou que o hospital está com 50 por cento das obras executadas e que o ritmo será acelerado para ser entregue o mais rápido para a população.

O outro problema grave enfrentado pela população de Bacabal, de acordo com Roberto Costa, é em relação à quantidade de leitos oferecidos aos pacientes renais. São atendidos 190 provenientes da regional do Mearim, mas existe um fila extra de 50 pacientes precisando de hemodiálise. Rosângela Curado informou que a Comissão Bipartite de Saúde já autorizou a abertura de dez novos leitos e que os outros serão também contemplados com atendimento.

Roberto Costa reiterou o agradecimento ao presidente Humberto Coutinho e à secretária adjunta, na resolução desses problemas. “São apoios importantes e a população agradece porque os pacientes passam por muitas dificuldades, tanto os pacientes renais como outros tipos de doentes, principalmente porque Bacabal não possui atendimento de urgência”, explicou Roberto Costa.

Agência Assembléia

0 comentários: