Pages

terça-feira, 26 de maio de 2015

Prefeita afastada de Açailândia, Gleide Santos, diz que membros do TJMA são “movidos a dinheiro”

Por Diego Emir

Com intuito de reverter a decisão da primeira câmara criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, que afastou a prefeita de Açailândia Gleide Lima Santos, o staff da gestora foi reunido na tarde desta terça-feira ( 26 ). Na oportunidade, Gleide buscou tranquilizar seus aliados, pois ela tem certeza que retornará ao cargo pois de acordo com a prefeita, “os membros do Tribunal de Justiça do Maranhão são todos movidos por dinheiro e isso não lhe falta”, declarou.

Gleide Santos deixou claro que vai fazer o que for necessário para retornar ao cargo, inclusive gastar o dinheiro que for necessário para contratar advogados ou até mesmo uma sentença que lhe coloque de volta no poder.

A prefeita afastada, mostra grande audácia ao disparar essas frases. O poder judiciário deveria ficar atento nas próximas movimentações da gestora de Açailândia.

Gleide foi afastada após um pedido do Ministério Público estadual, por conta uma ação criminal onde a prefeita é ré por utilizar em sua fazenda máquinas e funcionários da prefeitura para fazer obras.

Trata-se de Processo Criminal em denúncia promovida pelo Ministério Público Estadual, de Numero 0228762014, em desfavor de Gleide Lima Santos, Wagner de Castro Nascimento e Dalvadisio Moreira dos Santos, visando apurar a prática crime contra o patrimônio publico no Art. 1º, II do Decreto Lei n° 201/67, c/c Art. 29 do Código Penal Brasileiro.

0 comentários: