Pages

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Mais Um Blogueiro é Encontrado Decaptado


Mais um jornalista investigativo foi encontrado morto em Minas Gerais. O corpo de Evanir José Metzker, de 67 anos, foi localizado decapitado e já em avançado estado de decomposição nesta segunda-feira em uma estrada na zona rural de Padre Paraíso, na Região do Vale do Jequitinhonha. O jornalista estava desaparecido desde a última quarta feira.
Até o momento, a polícia civil trabalha com duas linhas de investigação: queima de arquivo, devido aos levantamentos que ele vinha fazendo de uma organização criminosa; ou passional, praticado por vingança, diante de um suposto envolvimento íntimo da vítima com uma pessoa da cidade. A possibilidade de latrocínio parece improvável, já que a carteira do jornalista, com documentos e cartão de crédito, um relógio e a aliança de ouro foram encontrados próximo ao corpo.
De acordo com a 26ª Cia independente da Polícia Miltiar, a corporação recebeu uma denúncia anônima por volta das 11h30 desta segunda-feira. Os militares foram até o local e encontraram o corpo seminu e com as mãos amarradas com uma corda. A cabeça de Evanir foi encontrada em uma vala próxima, muito dilacerada. A perícia também foi acionada e constatou que o corpo já estava ali há cerca de cinco dias.
O repórter mantinha o site de notícias Coruja do Vale, onde denunciava uma série de crimes e irregularidades políticas em prefeituras de cidades da região. Atualmente, ele investigava uma quadrilha de prostituição de adolescentes que agia em Catuji. José Metzker era morador de Medina, também na Região do Vale do Jequitinhonha, e estava hospedado na cidade para fazer uma série de reportagens.
A mulher e dois amigos do jornalista foram até a cidade de Padre Paraíso para reconhecer o corpo e buscar os pertences de Evanir na pousada onde ele estava hospedado. Um notebook e as anotações do jornalista serão solicitados pela Polícia Civil durante as investigações do crime. Ainda na noite desta segunda-feira, o corpo do jornalista foi levado por uma funerária de Padre Paraíso até a cidade vizinha de Medina, onde deverá ser enterrado. (Do Gilson Garreto).

0 comentários: