Pages

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Eleições 2014: Lula bate o martelo e decide que o PT maranhense vai lançar candidatos a governador e a senador

Acompanhe o Blog do Luiz Carlos no Twitter ™ e Facebook

Lula quer uma reeleição
 tranquila para Dilma
Se depender só da vontade do ex-presidente Lula, o PT do Maranhão vai lançar mesmo candidato majoritário nas eleições desse ano para o Governo do Maranhão. E quem conhece o partido sabe que o ex-presidente é quem dar as cartas.  A decisão de Lula  em lançar candidato é uma medida para não contrariar o Sarney, junto com uma parte do PMDB, e o PCdoB que tem como  projeto de eleger Flávio Dino -  pelo fato de ser um aliado histórico .

Uma fonte muito próxima ao ex-presidente da república revelou ao Blog do Varão que a vontade de Lula é resolver logo esse impasse aqui do PT do Maranhão. Com essa decisão da executiva nacional de lançar candidatos, tanto para governador como para o senado, aos olhos da executiva nacional  é mais uma demonstração de fraqueza e de crise interminável  do partido no estado. Alguns analistas da cena política do cotidiano observam como mais uma intervenção branca no estado.

Ala sarneysista do PT quer disputar prévias entre eles
Com essa possibilidade bem perto de ser concretizada, a CNB - corrente  sarneysista do partido, ligada ao  ex-vice governador Washington Oliveira já começa a falar em nomes para disputar as  prévias e escolher os candidatos ao governo e ao senado. Nos bastidores   já surgem os nomes.  Do Governo Roseana devem pedir desincompatibilização   para participar da disputa, o secretário de trabalho e economia solidária  José Antonio Heluy, do secretário adjunto de segurança alimentar, Kleber Gomes e do assessor da vice-governadoria,    professor  Nonato Chocolate.

No caso da realização das prévias - é pouco provável que a executiva nacional deixe   sob a responsabilidade do PT maranhense. As feridas continuam abertas pelo fato dos petistas maranhenses não terem conseguido realizar o PED/2013. O mais provável é que tanto a escolha do candidato a governador e a senador seja feita de forma vertical. Ou seja, escolhido em Brasília.

Fonte: Blog do Varão

0 comentários: