Pages

sexta-feira, 5 de julho de 2013

PMDB DE ROSEANA PERDE RICARDO ARCHER, EX-DEPUTADO E EX-PREFEITO DE CODÓ


Por
 
Archer: ressentimento busca de futuro político
O ex-prefeito de Codó e ex-deputado estadual Ricardo Archer deixou o PMDB ressentido com a direção do partido. E também com o governo.
Em carta ao comando peemedebista, ele faz um desabafo:
- Fui abandonado, desprestigiado e porque não dizer, desrespeitado até pelas nossas lideranças, tendo em vista que ao longo da minha militância política, jamais fui ouvido internamente; minhas propostas nunca foram consideradas; e meus interesses sempre foram postergados em nome de terceiros. Não raro, em nome até de adversários locais que pouco, ou quase nada, contribuíam para o partido e para o grupo político. Ao contrário: até trabalhavam contra - frisou o ex-prefeito.
Desde então, vários políticos – aliados e adversários de Archer – apontaram novo destino para ele.
O líder do governo na Assembleia, deputado César Pires (DEM), por exemplo – que também faz política em Codó – diz ter ouvido do próprio que o caminho seria o PCdoB.
O ex-líder da oposição Marcelo Tavares – ele próprio em busca de partido – falou que não só Archer, mas vários outros aliados do governo Roseana Sarney (PMDB) já teriam acertado rumar para as fileiras oposicionistas.
- Só espero que eles cumpram a promessa - disse Tavares.
O blog, então, conversou com o próprio Archer.
O ressentimento é grande, de fato. Queixas e mais queixas. Mas o ex-deputado garante que ainda não decidiu seu futuro.
- A eleição mais importante para mim em 2014 não é a de Dilma, de Roseana, de Luis Fernando ou de Flávio Dino. É a de Ricardo Archer, meu filho. E é por esta que vou lutar - desabafou ele, sobre o suplente de deputado homônimo.
Detalhe: Ricardo Archer, o filho, permanecerá no PMDB…

0 comentários: